Advocacia Trabalhista Borges

Pedidos de seguro-desemprego aumentam 76,2% na parcial de maio, diz governo

A Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia informou nesta quinta-feira (21) que o número de pedidos de seguro-desemprego subiu 76,2% na primeira quinzena de maio na comparação com o mesmo período de 2019. Ao todo, foram 218.041 pedidos a mais.

Segundo a secretaria, foram 504.313 pedidos para seguro-desemprego na primeira quinzena de maio de 2020.

Nos primeiros quinze dias de maio de 2019, foram 286.272. Com relação à segunda quinzena de abril, houve aumento de 4,9%.

Crise na economia

O aumento dos pedidos acontece em meio à crise na economia provocada pelo avanço da pandemia do coronavírus.

De janeiro até a primeira quinzena de maio de 2020, foram feitos 2,841 milhões de pedidos de seguro desemprego, um aumento de 9,6% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram 2,592 milhões de pedidos.

Em nota, a Secretaria de Trabalho estimou que até 250 mil pedidos ainda devem ser feitos nos meses seguintes por não poderem ter sido feitos de forma presencial. Isso porque o trabalhador formal que tem direito ao seguro desemprego tem até 120 dias para pedir o benefício.

Fonte: G1

As notícias publicadas e reproduzidas nessa plataforma são de inteira responsabilidade de seus atores (citados na fonte). Dessa forma, os mesmos não traduzem necessariamente a opinião da Advocacia Trabalhista Borges.

Se você precisa de uma assessoria de direito trabalhista, fale com a gente:

Caso queira enviar seu currículo para trabalhar com a Advocacia Borges